• Jubileu de Diamante

Nomes de Nossa Senhora

Goiânia, 17 de Setembro de 2014, às 9h30

Por que Nossa Senhora tem tantos títulos?

Ir. Myrian Aparecida Pereira

Instituto Coração de Jesus

 

Antes de explicar a razão de tantos nomes, é preciso deixar claro que a Mãe de Jesus só tem um nome: Maria (em hebraico: Miriam), como nos diz S. Lucas ao narrar a aparição do arcanjo Gabriel para anunciar-lhe sua escolha para Mãe do Salvador: “E o nome da Virgem era MARIA” (Lc 1,27). A Virgem Maria, como a mais sublime de todas as criaturas de Deus, e também pela sua excelsa posição, possui muitíssimos títulos. Tudo isso faz parte do cumprimento da profecia que encontramos no Evangelho de Lucas 1,48: “E todas as gerações me proclamarão bem-aventurada”.

Há uma só Virgem Santíssima, Mãe de Deus e Senhora Nossa. Os títulos dados à Virgem Maria podem ser classificados conforme, pelo menos, quatro aspectos:


Devido a seus privilégios, que revelam sua pessoa e missão: Nossa Senhora da Imaculada Conceição – porque fora concebida sem mancha do pecado original; Nossa Senhora Mãe de Deus – porque concebeu Nosso Senhor através do poder do Espírito Santo; Nossa Senhora da Assunção – porque, sendo isenta de pecado e por ser mãe de Deus, foi elevada ao céu em corpo e alma.
Devido a fatos históricos em sua vida: Nossa Senhora de Nazaré, Nossa Senhora de Belém, Nossa Senhora da Anunciação, Nossa Senhora da Visitação.
Devido às virtudes com que foi adornada: Nossa Senhora Rainha da Fé; Nossa Senhora do Bom Conselho.
Devido aos lugares onde ela é honrada conforme suas aparições ou outras intervenções: Nossa Senhora de Fátima; Nossa Senhora de Lourdes; Nossa Senhora Aparecida; Nossa Senhora da Vitória; Nossa Senhora de Guadalupe.

Esses diversos títulos apenas colocam em relevo aspectos singulares da vida de Maria que nossa devoção não deve ignorar. Pois a grandeza de Maria, Mãe de Deus e da Igreja, justifica plenamente tantos títulos que nada mais são do que a maneira prática de realizar aquilo que Ela mesma profetizou no Magnificat: “De agora em diante, todas as gerações me chamarão de mulher bem-aventurada” (Lc 1,48).

De outro lado, são expressões do amor e carinho, com que queremos homenagear nossa Mãe espiritual, procurando, de certa maneira, tornar mais pessoal o nosso relacionamento com Ela. É aquele modo de expressar tão próprio do coração do povo quando exclama: Minha Nossa Senhora!

Mas é preciso deixar bem claro para os fiéis que esses títulos se referem à mesma pessoa, porque só há uma Nossa Senhora, Maria, a Mãe de Jesus e nossa Mãe. Enfim, como diz o poeta: “todas as nossas senhoras são a mesma Mãe de Deus!”. O nosso querido papa Francisco nos exorta: “Mãe de Deus! Esse é o título principal e essencial de Nossa Senhora. Trata-se duma qualidade, duma função que a fé do povo cristão, na sua terna e genuína devoção à Mãe celeste, desde sempre Lhe reconheceu.”

 


Cúria Arquidiocesana

Praça Dom Emanuel, s/n°, Centro. Goiânia-GO - Caixa Postal 174 – CEP: 74001-970
Fone: (62) 3223-0756