• Jubileu de Diamante

Portas Santas

Goiânia,16 de novembro de 2016, às 08h30.

 

Milhares de fiéis participam das celebrações de fechamento das Portas Santas

Ano Santo da Misericórdia encerra-se neste domingo (20),na Solenidade de Jesus Cristo, Rei do Universo

 

No último domingo (13), as duas Portas Santas da Misericórdia, abertas na Arquidiocese de Goiânia, foram fechadas. Milhares de fiéis participaram das duas celebrações, uma no Santuário Basílica Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Matriz de Campinas), presidida pelo arcebispo Dom Washington Cruz, e a outra na Paróquia Sagrada Família, na Vila Canaã, presidida pelo bispo auxiliar Dom Moacir Arantes.

Na liturgia deste 33º Domingo do Tempo Comum, o penúltimo antes do início do Advento, Tempo esse que traz como tema forte a esperança e confiança na chegada de Jesus menino, Dom Washington convidou todos a continuarem praticando as obras de misericórdia. Ele comentou a pergunta um dia feita a Santa Teresa de Calcutá: “O que pensa de Deus, quando vê este mundo cheio de injustiças, de solidão, de tragédias?”. Ela respondeu de imediato: “Só penso numa coisa: ir ao encontro de alguém, fazer algo de concreto, para que este mundo se torne melhor”. Após proferir essas palavras, o arcebispo disse que este deve ser o nosso compromisso como cristãos: “rezar e trabalhar, sempre, e sem desanimar, por um mundo melhor”.

No final da celebração, o arcebispo se dirigiu com o reitor do Santuário Basílica Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, padre João Otávio Martins, e os concelebrantes até a Porta Santa e depois de um canto mariano fechou o símbolo máximo do Ano Santo.

Na outra celebração, na Paróquia Sagrada Família, Dom Moacir refletiu sobre a esperança na bondade e na misericórdia de Deus que olha para cada um de nós. “As Portas Santas vão fechar, mas as portas do coração devem estar abertas para os nossos irmãos; este tempo serviu para nos ensinar a sermos misericordiosos como o Pai do céu é misericordioso”.

Antes do fechamento da Porta Santa, o coordenador arquidiocesano para a ação evangelizadora e administrador da Paróquia Sagrada Família, padre Rodrigo de Castro, convidou os fiéis a permanecerem de joelhos durante o canto do Magnificat, que faz memória das palavras de Nossa Senhora após o Anúncio do anjo Gabriel (Lc 1,47-55).

Encerramento do Ano Santo

Neste domingo, Solenidade de Jesus Cristo, Rei do Universo, acontece o encerramento do Ano Santo da Misericórdia no mundo inteiro, com o fechamento da Porta Santa na Basílica de São João de Latrão pelo papa Francisco. Na Arquidiocese de Goiânia, Dom Washington Cruz preside missa na Catedral Metropolitana, às 11h30.


                                                                                                                                                                                                FOTOS:Clique Aqui 

 

Redação: Marcos Paulo Mota

Fotos: Rudger Remídio

 

 

 


Cúria Arquidiocesana

Praça Dom Emanuel, s/n°, Centro. Goiânia-GO - Caixa Postal 174 – CEP: 74001-970
Fone: (62) 3223-0756