• Jubileu de Diamante

Santa Rita de Cássia

 

Goiânia, 11 de Agosto de 2014, às 8h30

"Apesar de viver na história e no tempo, a Igreja se destina à eternidade." (CNBB/Doc. 100)


Instalada em 28 de abril de 1968 pelo então arcebispo da Arquidiocese de Goiânia, Dom Antonio Ribeiro de Oliveira, a paróquia Santa Rita de Cássia do município de Araçu (GO), que fica a 71 km da capital do estado, tem uma longa e rica história que começa por volta de 1914. Naquela época, os fiéis se encontravam conforme as primeiras comunidades cristãs, “eles mostravam-se assíduos aos ensinamentos dos apóstolos, à comunhão fraterna, à fração do pão e às orações” (At 2,42).


Uma capela ganhou o nome de São Sebastião de Salobro, padroeiro que ainda é lembrado pelos araçuenses. De acordo com relatos de paroquianos, tudo ali “era mato e roçado”. Os primeiros dirigentes da comunidade foram Suemir Barbosa da Cruz, catequista e dirigente das orações na capela; depois chegaram o Sr. Miguel Nowogrodzki – polonês – e sua esposa dona Charlotte – alemã, e, ainda, o Sr. Francisco Pimenta e sua esposa.


Diversos nomes fizeram parte da história da paróquia que, contando das reuniões das primeiras comunidades até hoje, faz exatamente 100 anos. A Liga Católica de Araçu, que teve como fundador o cônego Victor Arantes Vieira, foi uma importante comissão fundada para fazer linha de frente pela construção da primeira igreja. A Conferência São Vicente de Paulo nasceu em seguida, em 17 de julho de 1965, para dar continuidade à igreja que já havia sido levantada e precisava ser concluída.


São bastante lembradas a religiosa Isabel, que morou dezoito anos em Araçu, e a irmã Benjamina Ghiriard, que viveu ali por dois anos, além da irmã Aracy e Maria Augusta. Todas irmãs dominicanas do Santo Rosário. Também as irmãs Sônia, Simone e Norma Lúcia, da congregação das franciscanas Rainha da Paz, que viveram por sete anos no município.


Sacerdotes e congregações religiosas


Mais de treze sacerdotes já passaram pela paróquia, desde padre Luís Laes da Nóbrega, que assinou a pedra fundamental do altar em 1962, passando pelo primeiro vigário paroquial, padre Vitório Lovato em 1968, ao atual administrador paroquial, padre Márcio Celestino da Silva.


As congregações religiosas também fazem parte dessa história, como a Maria Imaculada, Dominicana do Santo Rosário, Franciscanas Rainha da Paz, Catequistas Nossa Senhora da Visitação e tantas outras.


“Somos uma comunidade simples, mas perseverante, o que impulsiona ao ardor na oração, formação e evangelização”, comenta o padre Márcio Celestino. A paróquia conta com grupos de terço em família, terço dos homens, movimento de cursilho, Legião de Maria e Apostolado da Oração, ministros da Palavra e Eucaristia, juntamente com as pastorais do Batismo, Dízimo, Esperança e Catequese.


Dois momentos importantes da vida paroquial têm destaque em Araçu: a festa em louvor a São Sebastião, sempre nos mês de janeiro, e a tradicional festa da padroeira Santa Rita de Cássia, no mês de maio; há ainda a devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, com novenas celebradas semanalmente.


Horário das Missas

 

Matriz

Domingo, às 9h30
2ª feira, no Centro Comunitário São Vicente de Paulo, às 19h
5ª feira, às 19h

 

Administrador Paroquial: Pe. Márcio Celestino da Silva

 

Expediente da Secretaria
2ª-feira, das 13h às 17h
3ª a 6ª-feira, das 8h às 11h e das 13h às 17h

 

Endereço: Praça Santa Rita, s/n - St. Central - Araçu/GO
E-mail: matrizsantarita@hotmail.com

Tel.: (62) 3527-1140


Cúria Arquidiocesana

Praça Dom Emanuel, s/n°, Centro. Goiânia-GO - Caixa Postal 174 – CEP: 74001-970
Fone: (62) 3223-0756