• Jubileu de Diamante

Santa Teresinha do Menino Jesus


Goiânia, 8 de Setembro de 20414, às 9h50

A missão que se impõe às comunidades paroquiais é rever o relacionamento humano que nelas se estabelece. (CNBB/Doc. 100)


Um pequeno grupo de pessoas insistia em se reunir para refletir a Palavra de Deus e fazer suas orações. Neusinha, Vanilda, Glaucilene e Olija estavam sempre presentes nos encontros que aconteciam nas casas. As pessoas tinham o apoio de religiosos e padres que, com frequência, visitavam o grupo que recebeu o nome de Santa Teresinha do Menino Jesus. Ele cresceu e se transformou em comunidade em 1982, encabeçada pelos padres Viana e Altino e a religiosa Irma.


A Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus está localizada no bairro Expansul, em Aparecida de Goiânia. Do grupo de fundadores, a ministra da Eucaristia, Olija de Souza Barbosa, 72 anos, continua na paróquia. Ela relata que o início não foi fácil, mas com fé e a união do grupo, a comunidade conseguiu levar adiante o projeto de Jesus Cristo. “Nós cravamos o cruzeiro e plantamos bambu para demarcar o terreno da Igreja; depois erguemos um rancho de palha que em 1987 foi destruído por um incêndio, mas em 2001 conseguimos levantar com tijolos a sede da comunidade”, relembra.


Em 15 de outubro de 2006, a paróquia foi criada pelo arcebispo Dom Washington Cruz, após ouvir o Conselho Presbiteral arquidiocesano, o vigário de Aparecida de Goiânia na época e o então administrador da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, padre Luigi Schiavo. Este último auxiliou o arcebispo na decisão de erigir a nova paróquia que conta com cinco comunidades.


Dois sacerdotes trabalham hoje na Paróquia Santa Teresinha: padre Luiz Augusto Ferreira da Silva, que é o vigário, e padre Cássio Augusto Antunes de Paiva, o pároco. Eles relatam que os desafios para a missão evangelizadora são muitos, principalmente aqueles enfrentados pelas famílias que são desestruturadas pelas drogas e pelo alcoolismo e vulneráveis pela falta de formação cristã e espiritual.


A missão da paróquia tem se desenvolvido por meio de pastorais e movimentos. “A comunidade tem reagido com muito ardor ao trabalho de evangelização realizado pela catequese, pelos grupos de jovens e de casais, pelo atendimento social com serviço médico e odontológico e assessoria jurídica, além de distribuição de alimentos às comunidades carentes”, comenta o padre Cássio Augusto. A padroeira é celebrada na paróquia de 23 de setembro a 1º de outubro.


Horário das Missas

Matriz:

3ª-feira, às 19h30, 5ª-feira, às 15h
Sábado, às 9h
Domingo às 8h, 10h e 19h

 

Comudidades:

Santa Rosa de Lima (St. Rosa dos Ventos): Domingo, às 9h30

São João Batista (St. Nova Olinda): Domingo, às 18h e 6ª feira, às 19h

São Francisco de Assis (Vila Souza): Domingo, às 8h

São Pedro (St. Vale do Sol): Sábado, às 20h

Santa Luzia (St. Alvorada Sul): Sábado, às 18h30

 

Pároco: Pe. Cássio Augusto Antunes de Paiva
Vigário Paroquial: Pe. Luiz Augusto Ferreira da Silva

 

Expediente da Secretaria: 2ª a 6ª-feira das 8h às 22h e sábado das 8h às 17h


Endereço: Av. Circular, Qd. E, Lt. E-1, St. Expansul, Aparecida de Goiânia/GO
E-mail: parquiasantateresinha2012@gmail.com
Site: www.santateresinhago.com.br

Tel.: (62) 3584-3843


Cúria Arquidiocesana

Praça Dom Emanuel, s/n°, Centro. Goiânia-GO - Caixa Postal 174 – CEP: 74001-970
Fone: (62) 3223-0756