• Jubileu de Diamante

Sagrada Família

Goiânia, 15 de Setembro de 2014, às 9h20

Paróquia Sagrada Família: chamada a ser um sinal de unidade


A Igreja, família de Cristo, precisa acolher com amor todos os seus filhos. Sem esquecer todo o ensinamento cristão sobre a família, é preciso usar de misericórdia (CNBB/Doc. 100)


Em 1970, pessoas vindas de diferentes regiões migram para a localidade que se tornaria a Vila Canaã. Além de buscar melhores condições de vida, estava também entre os objetivos do povo, organizar uma comunidade que o ajudasse a continuar a vida cristã. Com a autorização do então arcebispo Dom Fernando Gomes dos Santos, começam as celebrações de missas pelo padre Nilo. O padre diocesano Miguel Baqueiro também colaborava.


Seis anos depois, a comunidade conseguiu, com muito esforço, erguer o seu primeiro templo e, em 8 de fevereiro de 1976, foi fundada a hoje Paróquia Sagrada Família. As palavras do arcebispo naquela ocasião foram incentivadoras. “Que essa célula sagrada de Nazaré nos ajude a sermos uma família unida e nos inspire para que vivamos como testemunho vivo em irradiação contínua...”.


Desde que foi fundada, a paróquia contou com diversos padres: redentoristas, dominicanos, paulinos e diocesanos, entre eles o padre Luiz Augusto Ferreira da Silva, que trabalhou de 1996 até 2011, logo depois assumindo o padre Cleidimar da Silva Moreira. A paróquia crescia e, na comunidade de Vila Adélia, tinha início o trabalho de apoio às famílias com o objetivo de auxiliar no aumento da renda familiar. Os talentos eram incentivados pelo Grupo de Mulheres que organizava cursos de pintura em panos de prato, crochê, confecção de bonecas e bichos de pelúcia.


Em 2001, o templo tinha capacidade para 4 mil pessoas, e a paróquia era integrada por grupos, pastorais e movimentos, totalizando 30 atividades. E o crescimento não parou. “Nossas missas aqui tem no mínimo duas mil e quinhentas pessoas, nas três missas na matriz, fora a da Capela da Medalha que comporta mais mil e duzentas pessoas. Por domingo são quase dez mil fiéis que passam por aqui”, disse o pároco, padre Cleidimar. O sacerdote ainda destaca que os desafios da paróquia são “criar uma vida comunitária autêntica, com atendimentos diários de confissões, visitas às casas de enfermos e atendimentos às famílias em crise”.


As iniciativas da Paróquia Sagrada Família também são variadas: formação mensal para os leigos, encontros de evangelização, retiros, obras sociais, promoção de festas dos padroeiros das comunidades, tudo isso, segundo o pároco, “tem ajudado muito na formação de uma comunidade mais sólida”. Compõe a Paróquia as comunidades Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, no Conjunto Morada Nova e Santa Maria das Vitórias, na Vila Adélia.



Horário das Missas:

Matriz

Domingo, às 8h, 10h15, 19h30

2ª-feira a Sábado: 6h30
2ª-feira, às 19h30
4ª-feira, às 19h30 - Novena do Perpétuo Socorro
5ª-feira, às 15h e às 19h15
6ª-feira, às 19h30

Comunidades

Nossa Senhora das Graças da Medalha Milagrosa (Conj. Morada Nova): Domingo, às 17h; 3ª feira, às 19h30

Santa Maria das Vitórias (Vila Adélia): Sábado, às 18h


Atendimento de Oração
3ª feira: 18h - Ministério de Cura e Libertação e Comunidade Shalom (Cura)
5ª feira: 14h às 17h30 - Comunidade Shalom e 19h às 21h30 - Comunidade Shalom

 

Programação Mensal
Última 4ª feira às 19h30 - Missa da Saúde

 

Administrador Paroquial: Padre Cleidimar da Silva Moreira
Vigário Paroquial: Pe. Divino Erasmo Silva Santos

 

Expediente da Secretaria:
2ª feira a 6ª feira, das 7h30 às 21h e Sábado, das 7h às 16h


Endereço: Rua C-14, nº 155, Vila Canaã, Goiânia/GO
E-mail: secretaria@sagrada.org.br
Site: www.sagrada.org.br

Tel: 3942-4267


Cúria Arquidiocesana

Praça Dom Emanuel, s/n°, Centro. Goiânia-GO - Caixa Postal 174 – CEP: 74001-970
Fone: (62) 3223-0756